No Brasil, mais da metade das mortes maternas correspondem a mulheres negras | Blog de Boa Saúde

No Brasil, mais da metade das mortes maternas correspondem a mulheres negras

Comentar

Maternidade

destaque_gravida-negraNo Brasil, 54,1% das mortes maternas ocorrem entre mulheres negras entre 15 e 29 anos, mostra estudo apresentado na IV Conferência Nacional da Promoção da Igualdade Racial, que ocorreu entre 27 e 30 de maio em Brasília. De acordo com o estudo, mulheres negras têm duas vezes mais chances de morrer por causas relacionadas à gravidez porque elas não receberiam a mesma atenção médica das mulheres brancas, nem sob as mesmas condições.

 De acordo com o estudo, que também inclui o grupo de racismo e saúde da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (ABRASCO), com base em estatísticas do Ministério da Saúde do Brasil e da Organização Mundial da Saúde (OMS), as mulheres negras recebem recursos menos para aliviar a dor durante o parto.

 Embora o Brasil tenha reduzido significativamente os números de mortalidade materna nos últimos anos, ainda não atingiu a meta estabelecida pelas Nações Unidas de reduzir a taxa de mortalidade em 75% até 2015. De cada 100.000 nascidos vivos, uma média de 60 mulheres em idade fértil morre.

Fonte: IV Conferência Nacional da Promoção da Igualdade Racial. 27 e 30 de maio, Brasília, DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>