Publicidade

Artigos de saúde

Conjuntivite

© Equipe Editorial Bibliomed

Neste Artigo:

- Quais são os principais sintomas?
- Existem fatores de risco?
-
Quando procurar o médico?
- Como é feito o diagnóstico?
- Como a conjuntivite é tratada?
- O que mais pode ser feito para aliviar os sintomas?

Conjuntivite consiste na inflamação da membrana transparente que reveste as pálpebras e parte do globo ocular. As infecções por vírus e bactérias são a principal causa de conjuntivite em nosso meio, mas o problema também pode ser causado por reações alérgicas e má-formações nos ductos lacrimais.

Quais são os principais sintomas?

As principais manifestações da Conjuntivite incluem:

  • Vermelhidão e coceira em um ou ambos olhos
  • Aumento do lacrimejamento
  • Visão embaçada
  • Dificuldade para enxergar na claridade
  • Sensação de "aspereza" no olho afetado
  • Presença de secreção que pode formar crostas durante a noite

Existem fatores de risco?

Sim, existem! A exposição a substâncias que causam alergia é um fator de risco, assim como o contato com pessoas que estejam sofrendo de conjuntivite bacteriana ou viral.

Uma pessoa com conjuntivite pode transmitir a doença até 7-14 dias após o aparecimento dos primeiros sinais do problema.

Quando procurar o médico?

A conjuntivite pode ser um problema bastante irritante, mas em geral não deixa seqüelas para a visão e não requer tratamentos caros ou de emergência. Mesmo assim, como o problema é altamente contagioso, é importante procurar um médico para uma avaliação adequada.

Crianças afetadas pela conjuntivite devem ficar em casa até iniciar o tratamento correto. O ideal é retornar às atividades apenas após o primeiro dia de uso da medicação receitada pelo médico.

Algumas pessoas podem desenvolver complicações na córnea por causa da conjuntivite, justificando ainda mais a necessidade de passar por uma avaliação com o Oftalmologista. Felizmente, este tipo de complicação é raro.

Como é feito o diagnóstico?

Além de examinar seus olhos, o médico poderá colher um pouco da secreção para análise. Isto permitirá que o micróbio responsável pela infecção seja isolado e determinará a sensibilidade do germe para um ou outro antibiótico.

Crianças com crises repetidas de conjuntivite podem, na verdade, estar apresentando manifestações de um problema de nascimento: a obstrução do ducto lacrimal. O diagnóstico deste problema pode ser feito pelo pediatra ou pelo oftalmologista.

Como a conjuntivite é tratada?

O médico poderá receitar um colírio antibiótico caso a infecção seja causada por bactérias. Neste caso, após 1-2 dias já será possível observar uma boa melhora. Em crianças, uma opção mais prática que os colírios são as pomadas oftálmicas. Elas são mais fáceis de serem aplicadas. É importante utilizar a medicação pelo tempo recomendado pelo medico para evitar o risco de recorrência da infecção.

A conjuntivite viral não pode ser tratada com colírios ou pomadas antibióticas. Assim como ocorre no Resfriado Comum, o vírus terá que cumprir seu ciclo até que você possa observar alguma melhora. Em geral, a conjuntivite viral leva cerca de 3-5 dias para começar a ceder, mas podem ser necessárias até 2-3 semanas para que o vírus desapareça do local. Durante este período, a limpeza dos olhos com soro fisiológico (de preferência gelado) pode ajudar a oferecer algum alívio.

Se a irritação nos olhos for causada por conjuntivite alérgica, o médico poderá receitar vários tipos de colírio, incluindo antihistamínicos, descongestionantes, corticóides ou antiinflamatórios.

O que mais pode ser feito para aliviar os sintomas?

  • Não fique esfregando os olhos com os dedos ou as mãos.
  • Para retirar as secreções, utilize compressas de água morna.
  • Evite utilizar maquiagem nos olhos até que a infecção cesse completamente.
  • Não use curativo sobre o olho – isto pode piorar a infecção.
  • Não use lentes de contato enquanto estiver com conjuntivite.
  • Lave suas mãos com freqüência e use sempre sua própria toalha de rosto.
Copyright © 2008 Bibliomed, Inc. 04 de setembro de 2008



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: