Publicidade

Artigos de saúde

Sucção do Polegar (Chupar o Dedo)

Definição

- A criança chupa o dedo quando tem fome.
- A criança pode chupar um ou vários dedos da mão.
- Um objeto de segurança, tal como um cobertor, pode tornar-se parte da rotina.
- A sucção do polegar acontece principalmente quando a criança está cansada, aborrecida, doente ou quando não está usando as mãos para brincar.
- 80% dos lactantes chupam o polegar.
- A sucção do polegar começa antes do nascimento ou quando muito aos 3 meses de idade.

Causas

O desejo do lactante de sugar o peito ou a mamadeira é um impulso indispensável para a sobrevivência. Mais de 80% dos bebês também praticam alguma sucção adicional quando não têm fome (sucção não nutritiva). O ultrasom permite observarmos muitos fetos que sugam ainda dentro do útero. A sucção do polegar parece ajudar a criança a consolar a si mesma e, muitas vezes, quando diminuem as mamadas no peito ou na mamadeira. Isso não significa que o bebê se sinta inseguro ou que tenha problemas emocionais.

Duração prevista

A necessidade de sugar é mais forte durante os primeiros 6 meses de vida. Em estudo realizado pelo Dr. Berry Brazelton, somente 6% dos bebês que chupavam dedo continuaram tendo esse hábito após completarem 1 ano, e somente 3% continuaram depois dos 2 anos. Contudo, num estudo mais recente descobriu-se que 15% das crianças chupavam o polegar. As criança que continuam chupando o polegar depois dos 4 anos de idade, em geral, tiveram conflitos com seus pais nos primeiros anos de vida. Um dos pais não fez com que a criança deixasse de chupar o polegar. De vez em quando, a sucção do polegar persiste apenas por mal hábito.

A American Dental Association aconselha que a criança pode chupar o dedo até 4 ou 5 anos sem danificar os dentes ou a linha do queixo. Contudo, a sucção do polegar deve ser interrompida, porque depois que os dentes permanentes nascerem (6 ou 7 anos) o hábito pode provocar a sobremordida (dentes salientes). Outra razão pela qual deve-se desestimular o hábito antes da escola é para evitar as brincadeiras das quais seu filho pode vir a ser alvo.

Na adolescência, todas as crianças normais abandonam o hábito de chupar o dedo por causa da pressão dos companheiros.

Como superar o problemas da sucção do polegar

1. Se seu filho tiver menos de 4 anos de idade, distrai-o ou faça pouco caso.

A sucção do polegar deve considerada normal antes dos 4 anos de idade e geralmente deve ser ignorada, especialmente se a criança estiver cansada ou doente. De fato, durante os primeiros 6 meses de vida, a sucção do polegar pode ser fomentada como meio de autoconsolo. Contudo, se seu filho tem mais de um ano de idade e chupar o polegar quando estiver aborrecido, distraia-o. Dê uma atividade para que faça com as mãos sem mencionar que está preocupada porque ele está chupando o dedo. De vez em quando, elogie seu filho por não chupar o dedo. Até que ele tenha idade suficiente para raciocinar, qualquer pressão aplicada para interromper a sucção do polegar resultará em negativa e falta de colaboração.

2. Depois dos 4 anos de idade, ajude seu filho a deixar de chupar o dedo durante o dia.

Incentive em seu filho a vontade de deixar de chupar o polegar mostrando os efeitos deste hábito sobre seu corpo. Mostre o espaço entre os dentes com um espelho. Faça com que seu filho veja a pele áspera e enrugada no polegar. Apele ao orgulho de seu filho. Neste ponto quase todas as crianças estarão de acordo em deixar de chupar o dedo.

Pergunte ao seu filho se você pode lembrá-lo quando ele se esquecer. Isso deve ser feito delicadamente, com comentários tais como "você sabe..." e dê-lhe um abraço quando ele se lembrar que está chupando o dedo de novo. Estimule seu filho a lembrar-se pintando uma estrela no dedo, colocando um curativo no lugar, se for menina, passando esmalte. A criança deverá colocar estes lembretes por si só. Se seu filho se dá conta de que está chupando o dedo, poderá fazer outra coisa com o polegar, por exemplo, manter o polegar dentro do punho fechado durante 10 segundos. Elogie seu filho quando você notar que ele não está chupando o dedo nas situações em que antes ele fazia. Aliás, dê-lhe uma recompensa (moeda, lanche, etc.) ao final do dia em que ele não tenha chupado o dedo.

3. Depois de estabelecer o controle durante o dia, ajude seu filho a deixar de chupar o polegar durante o sono

A sucção do polegar durante o sono da tarde e de noite geralmente é um processo involuntário. Você pode dizer que a sucção do polegar ainda que não seja culpa de seu filho, ele pode aprender a não chupar durante o sono colocando algo no dedo para se lembrar. Uma luva, uma haste, um pedaço de fita adesiva que suba de um lado do dedo e desça do outro.

Outra técnica é colocar uma fita elástica (não muito apertada) ao redor do braço, poucos centímetros antes e depois do cotovelo. Faça-o com o cotovelo reto. Depois, quando a criança chegar a boca perto do polegar, a pressão do cotovelo aumentará e ele vai lembrar de voltar o braço à posição certa.

Seu filho deverá ser o encarregado de colocar qualquer material usado para evitar a sucção do polegar. Faça com que ele considere o método como uma boa idéia ao invés de castigo.

4. Considere o uso de remédio amargo se seu filho tiver mais de 4 anos.

Em estudo recente realizado pelo Dr. P. C. Friman demonstrou uma alta taxa de êxito em 1 a 3 noites de uso de uma solução amarga em combinação com um sistema de recompensas. Use a solução amarga somente se seu filho tiver mais de 4 anos e os demais métodos houverem falhado. Ele deve estar de acordo. Não use isso como castigo. Apresente como um lembrete que "as outras crianças também gostam de usar" nas seguintes situações:

- Antes do desjejum.
- Antes de se deitar.
- Sempre que você observar a sucção do polegar durante o dia ou de noite.

Verifique se seu filho está chupando o dedo a cada 30 minutos depois que se deitar até a hora em que for dormir. Depois de cinco noites sem sucção do polegar, pare a aplicação matutina da solução, mas se a sucção se repetir, repita o uso da solução.

5. Informe ao dentista a sucção do polegar no máximo até quando a criança tiver 6 anos

Quando nascerem os dentes permanentes, a sucção do polegar incorre no perigo de gerar uma sobremordida. Os odontólogos usam diversos enfoques para tratar o problema. Quando a criança tiver 7 ou 8 anos, o dentista pode colocar uma barra na parte superior da boca, que interfere com a capacidade de sucção. Este aparelho não causa nenhuma dor à criança e vai evitar que gaste posteriormente, aproximadamente R$5.000 em tratamento odontológico.

Como prevenir a sucção do chupe o dedo por muito tempo

Se seu bebê tiver maiores necessidades de sucção, apresente-o a chupeta em lugar do polegar. Diferentemente da sucção do polegar, o uso de chupeta pode ser controlado quando a criança crescer, porque a chupeta é mais fácil de ser retirada. As crianças que usam chupeta não chupam o dedo após interromperem o processo de sucção. As crianças são sempre capazes de largar a chupeta aos 4 ou 5 anos de idade.

Continuar a chupar dedo depois dos 4 anos de idade geralmente é previsível quando tentar retirar o dedo da boca em qualquer idade. Aliás, não comente na presença da criança o desgosto que esse mau hábito produz em você. As broncas, palmadas e outros castigos só farão com que seu filho chupe o dedo ainda mais. Se tiver paciência, a criança geralmente vai deixar de chupar o dedo de forma natural. Se converter o problema em um conflito, você vai perder porque o polegar pertence a seu filho.

Procure ajuda médica se:

- Seu filho tiver mais de 4 anos e chupar o dedo constantemente.
- Seu filho tiver mais de 5 anos e chupar o dedo mesmo que os companheiros caçoem dele.
- Seu filho tiver mais de 6 anos de idade e chupar o dedo a todo momento.
- Seu filho também tiver problemas emocionais.
- A sucção do polegar não melhorar apesar das suas tentativas.
- Tiver outras perguntas e preocupações.

Escrito por B.D. Schmitt, M.D., autor de "Your Child's Health" Bantam Books.
Copyright © 1999 Clinical Reference Systems



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: