Publicidade

Artigos de saúde

Problemas com os Deveres de Casa

Descrição

- O rendimento escolar está abaixo do potencial esperado.
- Tem inteligência mediana ou melhor, sem dificuldades de aprendizado.
- Não termina seus trabalhos escolares ou deveres de casa.
- Esquece de trazer os deveres para casa, perde ou não entrega.
- Não se lembra do que os pais lhe ensinaram.
- Tira notas ruins na escola.
- Não quer nenhuma ajuda.

Origens

Algumas crianças adquirem maus hábitos com seus deveres de casa porque se ocupam com programas de televisão ou vídeo games, ou distraem-se por causa de seus hormônios ou esportes. Outras crianças que acham os deveres de casa difíceis simplesmente preferem brincar. Se os pais ajudam a limitar outras atividades com medidas razoáveis e podem contar com os professores para qualificar os esforços da criança em seus trabalhos e deveres escolares, pode haver melhoras. A motivação para tirar boas notas com o tempo procede do desejo de agradar o professor e de ser admirado pelos colegas, divertir-se aprendendo coisas, capacidade de ver o estudo como um caminho em direção a uma profissão.

Quando os pais respondem com exagero à este comportamento e exercem pressão para um melhor rendimento, podem iniciar uma luta de poder que gira ao redor do trabalho escolar. "Os esquecimentos" se tornam um jogo. A criança vê a pressão dos pais como uma ameaça à sua independência. Quanto maior a pressão, maior a resistência. As notas baixas se convertem na melhor maneira da criança provar que é independente de seus pais e que não pode ser pressionada. Uma boa prova disto é que a criança responde menos em áreas onde recebe maior ajuda. Se a interferência dos pais no trabalho escolar da criança se prolonga por vários anos, a criança se converte em uma pessoa "de baixo rendimento" escolar.

Como ajudar seu filho a se responsabilizar pelo trabalho escolar

1. Retire sua responsabilidade sobre a tarefa.

Esclareça que terminar e entregar a tarefa é entre seu filho e sua professora. Lembre-o de que o objetivo do dever de casa é ensinar a seu filho a trabalhar por conta própria. Não pergunte se ele tem dever de casa e nem o ajude, a menos que solicite. Permita que a escola aplique as penalidades naturais pelo rendimento deficiente. Afaste-se das lutas de poder. Seu filho pode aprender a lição de ser responsável por suas tarefas escolares apenas através da experiência pessoal. Para isto, desculpe-se com o ele, dizendo-lhe, por exemplo: "Após pensarmos, decidimos que você já tem idade suficiente para controlar seus próprios assuntos. O dever de casa é assunto seu e não nos meteremos. Confiamos que você vai fazer o melhor para você".

O resultado desta abordagem tipo "afundar-se ou nadar" é não haver mais discussões, mas saiba que o trabalho escolar de seu filho pode piorar temporariamente. Seu filho pode não se importar com a precaução para ver se vocês realmente estavam falando sério. Este prazo de não fazer nada até esperar que seu filho encontre seus próprios motivos para se sair bem na escola pode representar uma agonia. Porém, as crianças precisam aprender com seus erros. Se puder evitar a postura de "resgate" com seu filho, suas notas mostrarão um aumento notório no transcurso de 2 a 9 meses. Esta retirada planejada da pressão dos pais se realiza melhor nos primeiros anos, quando as notas têm importância mínima, mas o desenvolvimento da razão pessoal da criança para aprender é fundamental.

2. Evite os lembretes sobre tarefas escolares

Lembrar a seu filho repetidamente sobre o dever de casa promove a rebeldia, da mesma forma as críticas, os sermões e as ameaças. A pressão é destituída de interesse e estímulo dos pais. Se a pressão funciona de alguma forma, é apenas temporária. Nunca podemos obrigar as crianças a aprenderem ou a serem produtivas. O aprendizado é um processo de auto realização. É um campo que pertence à criança e por isso os pais devem manter-se fora do processo, apesar de desejosos de triunfo para os filhos.

3. Coordene seu plano com o professor de seu filho

Programe uma reunião de pais e mestres. Exponha seus pontos de vista sobre a responsabilidade dos deveres de casa e trabalhos escolares. Diga à professora de seu filho que você quer que seu filho seja responsável por seus deveres. Esclareça que você preferiria não revisar ou corrigir os deveres porque isto não funcionou anteriormente. Diga para eles que você quer apoiar a escola e que poderia fazer isto melhor se a professora enviar à sua casa um breve informe semanal de progresso. Se o professor acha que seu filho precisa de ajuda adicional, anime-o a sugerir um programa de tutoria. Em segundo lugar, a tutoria dos companheiros freqüentemente é um motivador poderoso.

4. Limite o tempo gasto assistindo televisão até que o rendimento escolar melhore.

Mesmo quando não possa estudar com seu filho, pode aumentar seu tempo potencial de estudo. Elimine todo o tempo de televisão e vídeo games nas noites durante a semana. Explique a seu filho que estes privilégios lhe serão devolvidos após o boletim semanal da professora para confirmar que ele entregou todos os deveres de casa e que a qualidade geral dos deveres (ou as notas) estão melhorando. Explique a ele que está fazendo isto para ajudá-lo a organizar melhor o seu tempo.

5. Considere a questão de oferecer incentivos pelo trabalho escolar melhorado.

A maioria das crianças respondem melhor aos incentivos do que às criticas. Pergunte o que ele acha que poderia ajudar. Alguns bons incentivos são levar seu filho a um restaurante favorito, parque de diversões, vídeo games, eventos esportivos ou ao cinema. Algumas vezes seu filho se interessará por se esforçar muito nos estudos para ganhar dinheiro. Os pagamentos podem ser feitos semanalmente segundo os boletins semanais. Deve ser fixado um valor para cada nível de notas. O que ele vai comprar com este dinheiro deve ser assunto privativo dele (por exemplo, música e brinquedos). O mercado de trabalho dos adultos funciona com prêmios para o trabalho árduo.

6. Considere a retirada de outros privilégios por atrasar-se nos trabalhos escolares.

Se os boletins da escola continuam deficientes depois de ter eliminado o direito de ver televisão durante a noite nos dias de semana, talvez você precise eliminar todo o tempo de televisão e vídeo games. Outros privilégios que talvez você necessite limitar temporariamente seriam os que importam ao seu filho por exemplo, o telefone, a bicicleta, as brincadeiras ao ar livre, ou as visitas aos amigos. Para as crianças que atrasaram os trabalhos escolares, o castigo com restrições (quer dizer, nada de comunicação com seus colegas) durante 1 a 2 semanas poderá ser necessário até que se coloque em dia os trabalhos. Porém, evite os castigos fortes porque ficará magoado e ressentido. A tentativa de cancelar algo importante para ele (como a inclusão nos Escoteiros ou uma equipe de esportes) ou a retirada de algo que ele goste (por exemplo, um animal de estimação) por causa de más notas é injusto e ineficaz. Ser membro de uma equipe pode ser bom para a motivação.
Procure a professora de seu filho para uma reunião se:

- Os trabalhos escolares e as notas não melhorarem ao longo de 2 meses.
- Os deveres de casa continuarem sendo um problema pendente entre você e seu filho após 2 meses.

Achar que seu filho tem problemas de aprendizado que tornam a escola uma tarefa difícil.

Procure o médico de seu filho se:

- Achar que seu filho estiver preocupado e deprimido com algumas tensões em sua vida.
- Tiver outras perguntas ou preocupações.

OBSERVAÇÃO: Se estas tentativas de motivar seu filho fracassarem, é possível que ele necessite de uma avaliação especializada de um psicólogo ou psiquiatra infantil.

Escrito por B.D. Schmitt, M.D., autor de "Your Child's Health" Bantam Books.
Copyright © 1999 Clinical Reference Systems



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: