Publicidade

Artigos de saúde

Dia Mundial da Saúde 2000

O Dia Mundial da Saúde, celebrado todos os anos em 7 de abril nos 191 países membros das Nações Unidas, foi estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para servir de fórum para o diálogo mundial sobre as condições da saúde em todo o globo.

Cada ano, o Dia Mundial da Saúde concentra-se num diferente tema de saúde de importância crítica para todas as nações do mundo. Em anos passados, foram adotados temas focalizando a saúde cardiovascular, as lesões e a violência, a saúde bucal, as cidades/comunidades sadias, a imunização, as doenças infecciosas, a saúde materna e o envelhecimento com saúde.

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que atua como escritório regional da OMS para as Américas, empenha-se em melhorar a saúde e elevar os padrões de vida em todos os países da Região.

O ponto principal da iniciativa nas Américas é o estímulo a um aumento das doações de sangue, bem como a conscientização das comunidades, em toda parte, quanto à importância de contar sempre com um suprimento de sangue seguro e adequado, declarou o Dr. George A.O. Alleyne, Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde.

"Nós sabemos – observou Alleyne – que o risco de infecções transmitidas por transfusão é maior quando os hemoderivados procedem de doadores remunerados ou de reposição, cumprindo-nos, por isso mesmo, fazer face ao desafio de promover a doação voluntária de sangue."

"Queremos que os povos dos países compreendam e aceitem a doação de sangue como um ato desejável e altruísta, que os trabalhadores em saúde desestimulem as doações para reposição e retenham e eduquem os doadores voluntários", acrescentou.

Todos os países têm necessidade de suprimentos seguros e adequados de sangue, disse Alleyne; alguns, contudo, não têm a infra-estrutura necessária para administrar a coleta e distribuição de sangue. Além disso, a ocorrência de guerras, distúrbios civis e catástrofes naturais podem impor pesada sobrecarga aos suprimentos de sangue.

"É da máxima importância que todos os países juntem esforços para despertar a consciência da importância de suprimentos adequados de sangue seguro e que gente de toda parte doe sangue pelo menos duas vezes por ano – disse o Diretor da OPAS. – Só se pode conseguir sangue seguro, sem quaisquer agentes infeciosos, submetendo-o a triagem e testes adequados. Devemos garantir a todos os cidadãos das Américas a segurança do sangue que recebem, quando dele necessitam."

Fonte: OPAS Web Site: http://www.opas.org.br

Copyright © 2000 eHealth Latin America



Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: