Notícias de saúde

Mulheres grávidas passam proteção da vacina COVID-19 para recém-nascidos

12 de maio de 2021 (Bibliomed). Uma nova pesquisa da Washington University, nos Estados Unidos, mostra que mulheres grávidas e mães que amamentam têm uma forte resposta imunológica às vacinas COVID-19 e podem transferir essa imunidade para seus bebês. O estudo incluiu 131 mulheres em idade reprodutiva - 84 grávidas, 31 lactantes e 16 não grávidas - que receberam uma das duas vacinas de mRNA: Pfizer ou Moderna.

Os níveis de anticorpos induzidos pela vacina foram semelhantes em todos os três grupos de mulheres, e os níveis de anticorpos desencadeados pela vacinação foram muito mais elevados do que os níveis induzidos pela infecção natural com COVID-19 na gravidez.

Os pesquisadores também descobriram que os anticorpos gerados pela vacina estavam presentes em todas as amostras de sangue do cordão umbilical e de leite materno retiradas das mulheres no estudo, mostrando que os anticorpos são passados ??das mães para seus filhos.

Além disso, os níveis de anticorpos da mucosa, ou IgA, eram maiores após a segunda dose de Moderna em comparação com a segunda dose de Pfizer. Segundo eles, este achado é importante para todos os indivíduos, uma vez que [COVID-19] é adquirido através de superfícies mucosas como nariz, boca e olhos.

Os autores classificaram as descobertas como uma excelente notícia, uma vez que gestantes e mulheres amamentando foram deixadas de foras dos testes iniciais da vacina contra COVID-19. Eles destacam que preencher lacunas de informação é fundamental no combate à pandemia.

Fonte: American Journal of Obstetrics and Gynecology. DOI: 10.1016/j.ajog.2021.03.031.

Copyright © 2021 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2021 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários