Notícias de saúde

OMS determina critérios para relaxamento do isolamento

14 de abril de 2020 (Bibliomed). A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, na segunda-feira, 13 de abril, os critérios para relaxamento das medidas de isolamento contra o novo coronavírus. Para a OMS, os países devem analisar antes de suspender o isolamento social:

- se a transmissão da COVID-19 está controlada;

- se o sistema de saúde é capaz de detectar, testar, isolar e tratar todos os casos, além de traçar todos os contatos;

- se os riscos de surtos estão minimizados em condições especiais, como em instalações de saúde e casas de repouso;

- se medidas preventivas foram adotadas em escolas, locais de trabalho e lugares aonde seja essencial as pessoas irem;

- quais os riscos de importação que devem ser administrados;

- se as comunidades estão completamente educadas, engajadas e empoderadas para se ajustarem às novas normas.

Após o anúncio da OMS, alguns países já se posicionaram e afirmaram que vão prolongar as medidas de isolamento sociais. O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou na segunda-feira, 13 de abril, que estendeu as medidas de isolamento social, que estão em vigor no país desde 16 de março, até o dia 11 de maio, ao menos. Macron disse, em pronunciamento, que após 11 de maio, o país passará por uma reabertura gradual de creches e escolas. Contudo, no ensino superior, as aulas presenciais só serão retomadas no segundo semestre (verão no Hemisfério Norte). De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins,a Fraça registra mais de 137 mil de COVID-19, e mais de 14 mil mortes.

Já a Índia prolongou a quarentena, prevista para terminar nesta terça-feira, 14 de abril, até o dia 03 de maio. De acordo com o Primeiro Ministro indiano, Narendra Modi, as medidas são necessárias para preservar a vida dos 1,3 bilhões de indianos. O COVID-19 infectou mais de 10.500 pessoas no país e causou 358 mortes, segundo um rastreador ao vivo do vírus da Universidade Johns Hopkins.

Fonte: United Press International. 14 de abril de 2020.

Copyright © Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários