Crianças com deficiência neurológica podem tomar dez ou mais medicamentos por dia

Comment

Saúde do bebe e da criança

Um novo estudo da Escola de Medicina da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, mostrou que crianças com convulsões, paralisia cerebral e outros problemas neurológicos geralmente tomam dez ou mais medicamentos, o que pode causar reações.

O estudo envolveu 100 crianças com deficiência neurológica severa com idades entre 5 e 12 anos, 62% tinham três ou mais “condições crônicas complexas”. Aqueles com sintomas mais problemáticos e graves tiveram uma contagem de medicamentos 12% mais alta. Os resultados apontaram que 65% sofriam de irritabilidade, 55% tinham insônia e 54% sentiam dor. Daquelas que sentiam dor, 61% receberam um ou mais analgésicos prescritos, incluindo o opioide oxicodona, que é potencialmente viciante.

Os pesquisadores explicam que o uso de vários medicamentos pode resultar em sérias complicações de saúde, principalmente para aqueles que não conseguem se comunicar sobre seus sintomas. Os medicamentos podem ter efeitos colaterais e interações potencialmente perigosas ou, no caso de analgésicos à base de opioides, podem causar dependência. Segundo eles, à medida que os regimes de medicação das crianças se tornam mais complexos, aumenta o risco de reações adversas a medicamentos, interações medicamentosas e erros de administração de medicamentos, que podem levar a visitas de emergência e hospitalizações.

Fonte:  JAMA Network Open. DOI: 10.1001/jamanetworkopen.2020.29082.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *