Publicidade

Notícias de saúde

Renda influencia na diversidade do que se come

08 de novembro de 2012 (Bibliomed). Pesquisa realizada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP), mostrou que 57% da população consome a quantidade recomendada de frutas e vegetais por dia, o que compreende a cinco porções. Contudo, a variedade desses alimentos tem relação direta com a renda da pessoa.

Realizado pela economista Josane Bigaran, o estudo identificou, a partir da aplicação de um questionário, o consumo de frutas, verduras e legumes, além de quantificar, do ponto de vista socioeconômico, a influência da renda sobre o consumo desses alimentos pelas famílias de Piracicaba, em São Paulo.

Entre março e abril de 2012, a pesquisadora coletou dados em 282 questionários, dos quais 277 foram validados. Os resultados mostraram que 57% das pessoas consumiam as cinco porções diárias de frutas e vegetais indicados pelos órgãos de saúde.

Independente da condição econômica, as frutas e vegetais mais consumidos são banana, laranja, limão e maçã, e alface, alho, cebola, cebolinha, cenoura, pepino e tomate. Entretanto, quando maior o poder aquisitivo da pessoa, maior é a variedade de frutas e vegetais que ela consumia. O estudo mostrou, também, que as pessoas com mais de 30 anos consomem mais frutas e hortaliças do que os jovens.

Fonte: Agência USP, 06 de novembro de 2012

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: