Publicidade

Notícias de saúde

Disfunção erétil após tratamento do câncer colorretal

04 de janeiro de 2012 (Bibliomed). Pesquisadores da Universidade de Birmingham analisaram as experiências dos homens após o tratamento do câncer colorretal, buscaram identificar as barreiras no acesso aos serviços e sugerir melhorias no fornecimento de informação nos cuidados primários esecundários. Foram incluídos na pesquisa 28 pacientes tratados por câncer colorretal.

A maioria dos homens tratados por câncer colorretal experimentou disfunção erétil como uma consequência. Nem todos, no entanto, querem a mesma resposta por parte dos profissionais de saúde. Embora, a disfunção erétil seja profundamente estressante para a maioria dos homens, afetando a auto-imagem, comportamento e relacionamentos, alguns não a consideram como uma prioridade de saúde. Muitos dos homens estavam desinformados sobre a disfunção erétil e não estavam preparados para isso, e a maioria não buscou ajuda. Quase nenhum estava recebendo os cuidados adequados, eficazes e acessíveis.

Os autores concluíram que, ao contrário dos pacientes com câncer de próstata, os homens com câncer colorretal não são rotineiramente informados e não recebem tratamento para a disfunção erétil. Atualmente, os médicos estão, inadvertidamente, negligenciando, enganando e ofendendo tais pacientes; melhor formação poderia melhorar essa situação, como também a reorganização dos serviços.

Fonte: BMJ,Volume 343, 2011, Page 5824

Copyright © 2012 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: