Publicidade

Notícias de saúde

Gestantes hipertensas têm mais chances de ter bebês com malformações congênitas

21 de outubro de 2011 (Bibliomed).  De acordo com um novo estudo, bebês de mães que sofreram de hipertensão durante os primeiros estágios da gravidez têm maiores chances de terem malformações congênitas. Os medicamentos utilizados no tratamento da condição não exerceram influências benéficas nessa taxa de risco.

Pesquisadores da Kaiser Foundation Research Institute (EUA) recolheram dados de 465.000 pares de mães e bebês entre 1995 e 2008. Eles compararam os riscos de malformações congênitas em mulheres que tomavam medicamentos contra a hipertensão, mulheres que não utilizavam medicamentos para a doença e mulheres que não sofriam dessa condição.

Entre os filhos de mães hipertensas que participaram do estudo, 7,2% nasceram apresentando malformações, sendo que entre bebês de mães sem a doença apenas 5,4% tiveram os mesmos problemas.

De acordo com os pesquisadores, as diferenças nas estatísticas mostram que a doença, e não o uso dos remédios, seria a causa das malformações. O estudo aponta que os medicamentos contra a hipertensão não oferecem riscos ao feto, mas a doença sim, e que apesar de o uso desses remédios ser benéfico para as gestantes, eles não reduzem os riscos que a doença oferece aos fetos.

O estudo foi publicado no periódico BMJ.

Fonte: Live Science 19 de outubro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: