Publicidade

Notícias de saúde

Armas são as escolhas mais comum para o suicídio

01 de setembro de 2011 (Bibliomed). Uma pesquisa desenvolvida na Ohio State University afirma que as armas de fogo são o método mais escolhido por homens e mulheres para a realização do suicídio. Porém, existe uma diferença no local de escolha do tiro. As taxas de tiros no rosto ou cabeça são menores em mulheres do que em homens. Ou seja, as mulheres preferem não desfigurar essa área do corpo.

A pesquisa foi feita com base em 621 casos de suicídio desde o ano de 1997 a 2006. Foi através de uma análise desses eventos que os cientistas chegaram à conclusão de que os homens têm maiores probabilidades de escolherem métodos que causem desfigurações na cabeça e no rosto.

Outra descoberta do estudo aponta que o consumo do álcool pode interferir nesse fator. Cada unidade de álcool presente na corrente sanguínea aumenta em 10% as chances de o indivíduo escolher um método desfigurador para tirar a própria vida.

Em um depoimento, os autores Valerie Callanam e Mark Davis afirmam que puderam ver através de seu estudo que pessoas vivenciando eventos estressantes no seu cotidiano têm riscos elevados de escolherem métodos especialmente letais de suicídio, quando comparadas a pessoas que não estão passando pelos mesmos problemas.

Os autores afirmam também que a escolha das mulheres de não desfigurarem seus rostos não deve ser vista de forma leviana. “Sugerir que as probabilidades de as mulheres atirarem em si mesmas no rosto ou na cabeça são menores porque elas são mais preocupadas com suas aparências do que homens é minimizar a significância do ato do suicídio”, afirmam.

Fonte: UPI 30 de agosto de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: