Publicidade

Notícias de saúde

Nicotina protege o cérebro contra Parkinson, aponta estudo

03 de agosto de 2011 (Bibliomed).  Pesquisadores parisienses descobriram que a nicotina pode proteger o cérebro contra o Mal de Parkinson.

Os cientistas fizeram experimentos com ratos geneticamente programados para não terem um receptor de nicotina específico e ratos com um receptor funcional. Eles usaram tecido de embriões de ratos para preparar condições de culturas que favorecessem a perda progressiva de neurônios de dopamina – uma das principais características do Alzheimer.

Os experimentos mostraram que a nicotina tinha a capacidade de resgatar os neurônios de dopamina nas culturas de ratos normais, mas não podia fazer o mesmo nas culturas de ratos que não tinham o receptor de nicotina.

Para o co-autor da pesquisa Patrick P. Michel “esse estudo aumenta a esperança de um possível tratamento neuroprotetor de pacientes em um estágio precoce da doença ou até mesmo antes em um estágio onde a doença ainda não foi diagnosticada de acordo com o critério motor”. Os resultados encontrados sugerem que novas terapias para a doença podem ser desenvolvidas com foco nos receptores de nicotina.

A novidade não deve ser vista pelos fumantes como um benefício do hábito.
“Se é você é um fumante, não fique animado”, aconselha Michel. “Mesmo se fumar te proteger do Parkinson, você pode não viver o suficiente para desenvolver a doença porque fumar aumenta muito o risco de cânceres mortais e doenças cardiovasculares. Mas agora, nós devemos ser capazes de encontrar formas não-tóxicas de atingir o mesmo alvo”, completa.

A pesquisa foi desenvolvida no Institut du Cerveau et de la Moelle Epiniere, em Paris, e foi publicada no periódico The Federation of American Societies for Experimental Biology Journal.

Fonte: UPI 1 de agosto de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: