Publicidade

Notícias de saúde

DDA é fator de risco em meninas

15 de junho de 2011 (Bibliomed). O distúrbio de déficit de atenção e a hiperatividade (DDA) são condições que acontecem mais comumente em meninos. Mas quando desenvolvido por garotas, o distúrbio mostra ser um indicativo de chances mais altas de a menina fazer uso abusivo de álcool e drogas.

Pesquisadores da Universidade de Helsinki e da Universidade de Jyvaskyla, na Finlândia, acompanharam 1.545 adolescentes em uma média de 11 anos de idade. Eles foram avaliados por seus pais e professores quanto a sintomas de distúrbio de déficit de atenção e hiperatividade.

Os sintomas foram mais encontrados nos meninos participando do estudo. Mas uma análise dos resultados mostrou que quando encontrados em meninas, os sintomas eram indicativos de possíveis problemas de abuso de substâncias. E apenas em meninas os sintomas são considerados fatores fortes de influência nesse comportamento aos 14 anos de idade.

Em uma idade mais avançada, aos 17 anos, os sintomas de DDA passam a ser indicadores do consumo de álcool e de drogas em ambos os sexos, e a impulsividade (quando notada por pais e professores) passa a ser um fator do uso dessas substâncias.

A pesquisadora Dra. Elina Sihvola afirma que os sintomas comportamentais de crianças hiperativas devem ser abordados pela família e a comunidade, para prevenir comportamentos de risco e garantir o crescimento seguro e bem sucedido da criança

Fonte: UPI 13 de junho de 2011.

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: