Publicidade

Notícias de saúde

Restrições a Doação de Sangue por Gays são Mantidas nos EUA

Por Lisa Richwine

GAITHERSBURG, EUA (Reuters) - Um comitê consultivo federal dos Estados Unidos rejeitou, por margem estreita de votos, proposta de reduzir as restrições à doação de sangue por homens gays, política vista por alguns como discriminatória e ultrapassada.

Muitos integrantes do comitê da Food and Drug Administration (FDA), órgão que regulamenta drogas e alimentos no país, disseram ser favoráveis a mudanças na política, adotada para minimizar os riscos de transmissão do HIV, vírus causador da Aids. Mas a maioria considerou que não há evidências científicas suficientes para justificar a revisão da política.

Pelas normas da FDA, homens não podem doar sangue se mantiveram relações sexuais com outro homem pelo menos uma vez desde 1977.

O comitê votou na quinta-feira, por 7 votos contra e 6 a favor, contra a modificação que permitiria excluir apenas os homens que tiveram sexo com outros homens nos últimos cinco anos.

A FDA disse que considerou a possibilidade de rever as normas porque os exames de sangue atuais são muito mais confiáveis e detectam a contaminação por HIV muito mais rapidamente do que os anteriores.

Além disso, grupos de defesa dos direitos dos homossexuais e outros se queixam de que as normas diferem daquelas que se aplicam a outros doadores de alto risco.

Homens que tiveram sexo com prostitutas, por exemplo, são impedidos de doar sangue por apenas um ano desde a última relação sexual.

Os críticos também dizem que perguntar às pessoas se tiveram vários parceiros ou fizeram sexo sem camisinha é uma maneira melhor de identificar potenciais portadores de HIV e não excluiria os gays que praticam sexo seguro ou mantêm abstinência sexual, além de outros que tiveram relações homossexuais apenas muitos anos atrás.

Sinopse preparada por Reuters Health

Copyright © 2000 Reuters Limited. All rights reserved. Republication or redistribution of Reuters Limited content, including by framing or similar means, is expressly prohibited without the prior written consent of Reuters Limited. Reuters Limited shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: