Publicidade

Notícias de saúde

Musculação pode não ser maléfica para gestantes

29 de março de 2011 (Bibliomed). Durante décadas médicos relutaram em permitir que mulheres grávidas praticassem musculação. Agora, estudo da Universidade da Geórgia constatou que, praticada moderadamente, a musculação pode ser benéfica para a gestante.

Publicada na Journal of Physical Activity and Health, a pesquisa analisou os efeitos da progressão na quantidade de peso utilizada, as mudanças na pressão sanguínea e os potenciais efeitos colaterais da prática da musculação em 32 mulheres grávidas, durante um período de 12 semanas. Após esse período, nenhuma das mulheres apresentou lesões músculo-esqueléticas.

"Os médicos muitas vezes têm sido relutantes em receitar musculação, em parte, porque havia pouca evidência de que ela é segura e eficaz", diz Patrick O'Connor, um dos autores da pesquisa. Segundo o pesquisador, a prática pode ser indicada, desde que supervisionada e para mulheres com gestação de baixo risco.

Após o período de analise, algumas gestantes apresentaram tonteiras, cefaléia e dor pélvica, sendo que essa última pode estar relacionada às dores nas costas, das quais muitas mulheres reclamam durante do período gestacional. “A única coisa que você tem que ser um pouco cautelosos sobre a tontura", afirma O'Connor.

Os cientistas destacam que a prática da musculação deve ser recomendada por um médico, após avaliação do quadro da gestante. Mulheres com gravidez de risco não devem praticar musculação, pois pode aumentar os riscos para ela mesma e para o bebê.

Fonte: Universidade da Geórgia website, 25 de março de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: