Publicidade

Notícias de saúde

Uso de medicamentos antipsicóticos durante a gravidez pode prejudicar bebê

03 de março de 2011 (Bibliomed). A Food and Drug Administration (FDA) – órgão americano que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos – divulgou um depoimento alertando profissionais da saúde para os danos que alguns remédios antipsicóticos podem causar a recém nascidos.

Usados para tratar condições como esquizofrenia e transtorno bipolar, esses medicamentos oferecem riscos aos bebês de mães que usaram os remédios durante o terceiro trimestre de gestação. Eles podem causar agitação, tremores, problemas de respiração e de alimentação, cansaço excessivo e podem alterar o tônus muscular.

O bebê pode deixar de apresentar esses sintomas após algumas horas e dias, sem precisar de tratamentos específicos. Mas em alguns casos, a criança pode levar mais tempo e precisar de um período maior no hospital para se recuperar.

A FDA aconselha as pacientes a não deixarem de tomar seus medicamentos quando ficarem grávidas. Antes de tomar qualquer atitude, um médico deve ser consultado. Em depoimento, a FDA afirma que “parar abruptamente as medicações antipsicóticas pode causar complicações significativas no tratamento’. O depoimento também aconselha que médicos e pacientes reportem efeitos colaterais ou adversos que surgirem com o uso dos antipsicóticos. Esses medicamentos chegam até a placenta, por isso profissionais da saúde e usuárias devem ficar alerta e conhecerem os riscos que eles podem oferecer a ambos mãe e filho.

Fonte: WebMD 22 de fevereiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: