Publicidade

Notícias de saúde

Controle da poluição pode diminuir número de casos de câncer de pulmão

09 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). A poluição é um dos fatores mais preocupantes na atualidade. Em todo o mundo diversas entidades civis e governamentais buscam solucionar o problema que afeta diretamente a vida das pessoas. Países desenvolvidos vêm conseguindo diminuir, mesmo que lentamente, a emissão de poluentes, mas países em desenvolvimento ainda encontram dificuldades na realização dessas metas.

Na China, país em franca expansão tecnológica e econômica, a emissão de poluentes gerados, principalmente, pela queima do carvão, biomassa e da exaustão do automóvel, é um grande problema. Entretanto, pesquisa realizada na Oregon State University e na Peking University, mostram que as medidas de controle da poluição adotadas pelo governo chinês durante as olimpíadas de Pequim, em 2008, são eficientes no combate ao câncer de pulmão.

A pesquisa analisou a composição química e impacto carcinogênico de uma série de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, ou HPA, um grupo de compostos que são produzidos a partir de praticamente qualquer tipo de combustão, desde um fogão a lenha até uma usina a carvão ou a exaustão do automóvel. Os veículos são a principal fonte poluidora do mundo. Em Pequim circulam cerca de 3,5 milhões de automóveis diariamente.

Paises em desenvolviemnto vem diminuindo a emissão de HPAs , já que esses estão no processo de controle de emissão de gases e estão adotando fontes de energia mais limpas. Mas em países como o China, os HPAs ainda são a grande fonte poluidora.

Segundo os pesquisadores, será possível diminuir em 10 mil o número de casos de câncer de pulmão na capital chinesa, caso as medidas adotadas durante as olimpíadas continuem em prática. Estima-se que 300 mil pessoas morrem por ano na China por doenças cardíacas e câncer de pulmão associado à poluição do ar ambiente, incluindo HPAs.

A área metropolitana de Pequim tem 22 milhoes de pessoas, e, como o crescimento no número de veículos em Pequim é de 13,5% ao ano, a pesquisa constatou que o nível de poluição de HPA levaria a cerca de 21.200 casos de câncer de pulmão anualmente, mas esse número poderia ser reduzido para 11.400 casos, uma redução de 46%, se as medidas adotadas continuassem.

Fonte: Environmental Health Perspectives, 08 de janeiro de 2011

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: