Publicidade

Notícias de saúde

Dieta pode reduzir sintomas de hiperatividade

07 de fevereiro de 2011 (Bibliomed). Um estudo envolvendo 100 crianças hiperativas de 4 a 8 anos relatou que pode haver uma relação entre alimentação e redução de sintomas da doença. As crianças foram acompanhadas durante 5 semanas, algumas recebendo uma dieta especial e as outras se alimentando de uma dieta saudável, mas não especializada.

Em um grupo de 50 crianças recebendo a dieta especial, 41 terminaram o programa, e 78% delas responderam de forma favorável ao tratamento, demonstrando menos sintomas. Durante esse período, a alimentação delas estava restrita a algumas comidas, como arroz, carne, vegetais, água, batatas, frutas e trigo. Quando a dieta antiga foi retomada, as crianças voltaram a apresentar os sintomas da doença.

A dieta não reduziu somente os sintomas de hiperatividade (como teimosia e mau temperamento), mas também ao de distúrbio desafiador oposicional, que leva as crianças a reagirem à figuras de autoridade com comportamentos hostis e rebeldes. Os pesquisadores holandeses responsáveis pelo estudo acreditam que se a dieta especial funcionar, não haverá necessidade do uso de medicação.

Alguns profissionais da área acham que os resultados são surpreendentes e positivos, mas que apesar disso precauções devem ser tomadas antes de o novo tratamento ser utilizado. A dieta deve ser feita com cuidado, já que há um risco de desnutrição. Ela também é mais indicada para crianças mais novas, que são facilmente controladas pelos pais.

Com o acompanhamento correto e aconselhamento médico, a dieta especializada para pacientes hiperativos pode se tornar um tratamento alternativo.

Fonte: WebMD. 3 de fevereiro de 2011.

Copyright © 2011 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: