Publicidade

Notícias de saúde

Alguns alimentos podem ajudar no bronzeado, destaca nutricionista

09 de dezembro de 2010 (Bibliomed). Este é o mês mais esperado do ano para muitos brasileiros, que confraternizam, descansam e aproveitam as férias no verão para pegar uma corzinha. O que muitos não sabem ou não colocam em prática, é que muitos alimentos podem contribuir para um bronzeado mais bonito e uniforme.

De acordo com a nutricionista Audrey Abe, o consumo de alimentos ricos em betacaroteno - incluindo algumas frutas, legumes e verduras - podem ajudar no bronzeamento. "O betacaroteno é um micronutriente precursor da vitamina A", explica. "Uma vez ingerido, esse micronutriente é convertido em vitamina A e auxilia a produção da melanina, que é o pigmento que dá cor à pele. É por isso que é conhecido pela sua contribuição acentuada no bronzeado", acrescenta.

A especialista destaca que, além de ajudar a ter um bronzeado bonito e uniforme, o betacaroteno ajuda na prevenção aos prejuízos causados pelo excesso de exposição solar, e atua como antioxidante, neutralizando a ação de radicais livres e reforçando o sistema imunológico. Suas principais fontes são frutas como mamão, manga, carambola, nectarina, pêssego; legumes como cenoura, abóbora, beterraba e batata doce; e verduras como espinafre, brócolis, endívia, couve, chicória, escarola e agrião.

“É importante ressaltar que o corpo humano só sintetiza o betacaroteno em vitamina A quando necessário, de modo que o seu consumo em excesso não é tóxico ao organismo”, destaca a nutricionista. “O único efeito colateral do consumo excessivo é o surgimento de uma tonalidade mais amarelada da pele, que costuma desaparecer conforme se adéqua a ingestão desse micronutriente, sem deixar sequelas”, acrescenta a especialista.

Para garantir um bronzeado mais intenso e duradouro, segundo a nutricionista, você deve procurar aumentar o consumo de betacaroteno algum tempo antes de se expor ao sol, pois os efeitos “costumam aparecer em 10 a 12 semanas”. A quantidade de betacaroteno recomendada tem sido expressa como Dose Diária Recomendada (DDR) para a vitamina A, variando conforme sexo e faixa etária. E, em relação à suplementação em cápsulas, a nutricionista destaca que em médico ou nutricionista sempre deve ser consultado previamente.

Fonte: Natural de Casa. Press release. 08 de dezembro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: