Publicidade

Notícias de saúde

Transfusão de sangue salva vidas, mas pode também aumentar risco de infarto, diz estudo

13 de agosto de 2010 (Bibliomed). Há preocupações de que, enquanto as transfusões de sangue salvam vidas - utilizadas em cirurgias, e em casos de traumatismos, hemorragias e doenças sanguíneas -, elas podem tirar algumas. Isso porque estudos recentes têm demonstrado que a transfusão durante um procedimento cirúrgico pode aumentar os riscos de morte do paciente, principalmente por ataques cardíacos ou derrames, mas também por doenças como pneumonia e linfomas, segundo reportagem publicada no início deste mês no jornal britânico Daily Mail.

Avaliando 125 mil pacientes submetidos a cirurgias variadas, pesquisadores da Universidade de Kentucky, nos EUA, descobriram que uma pequena transfusão de apenas 473 ml aumentaria em 32% os riscos de morte nos 30 dias subsequentes ao procedimento. E o mais preocupante é que há pacientes que precisam do triplo dessa quantidade durante o procedimento cirúrgico.

Segundo especialistas, esse risco não está associado ao sangue contaminado, por isso, os cientistas investigam duas possíveis causas. Uma delas é que o sangue doado, em vez de aumentar a capacidade de combater infecções, poderia deixar o sistema imunológico incapaz de resistir a ataques de vírus e bactérias, segundo artigo no Journal of the American College of Surgeons. A outra sugere que as transfusões poderiam desencadear inflamações nos vasos sanguíneos, porque, em seus “30 dias de prateleira”, o sangue sofreria alterações que poderiam torná-lo tóxico para alguns transplantados.

Os especialistas destacam que mais estudos são necessários para confirmação dos resultados e das razões para um possível risco associado às transfusões de sangue. Por enquanto, os pesquisadores sugerem as recomendações do Serviço Nacional de Sangue da Grã-Bretanha, de que pacientes que serão submetidos à cirurgia comam alimentos ricos em ferro - incluindo carne vermelha, legumes, vegetais de folhas verdes, nozes e sementes - para reduzir o risco de anemia e a necessidade de transfusão.

Fonte: Daily Mail Online. 03 de agosto de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: