Notícias de saúde

Diferenças raciais entre os afetados pela COVID-19

15 de junho de 2020 (Bibliomed). Como no caso das doenças mais fatais, a doença de coronavírus (COVID-19) já está afetando desproporcionalmente os americanos negros e outras minorias desfavorecidas. Em 14 de abril nos Estados Unidos, 32% das mortes por COVID-19 ocorreram entre os afro-americanos que incluem apenas 13% da população. Esses números indicam que eles têm um risco 2,3 vezes maior de morrer de COVID-19 em comparação aos americanos de raça branca.

Pesquisadores da Schmidt College of Medicine da Florida Atlantic University e colaboradores fornecem presságios ameaçadores em um comentário recém-publicado no The American Journal of Medicine, citando apropriadamente o filósofo George Santayana, que em 1905, disse: "Aqueles que não conseguem se lembrar do passado estão condenados a repeti-lo".

Eles enfatizam que os principais desafios clínicos e de saúde pública do COVID-19 serão de longo prazo e resultarão inevitavelmente do desenvolvimento de medicamentos que salvam vidas no tratamento, bem como de uma vacina que seja preventiva. Os autores documentam que a introdução dessa inovação salva-vidas apenas aumentará acentuadamente as desigualdades raciais já existentes, se iniciativas de saúde pública para disseminação equitativa em todas as comunidades não forem desenvolvidas imediatamente.

No comentário, os autores documentam aumentos nas desigualdades raciais após medicamentos que salvam vidas para o HIV, síndrome do desconforto respiratório e hepatite C, bem como as experiências antes e depois do desenvolvimento da vacina Salk para a poliomielite. Antes da introdução da vacina em 1952, inicialmente, os americanos negros experimentaram taxas significativamente mais baixas de poliomielite paralítica do que os americanos brancos. Em 1959, após a ampla disseminação da vacina Salk contra a poliomielite, o inverso era verdadeiro.

Fonte: The American Journal of Medicine. DOI: 10.1016/j.amjmed.2020.04.009.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Copyright © 2020 Bibliomed, Inc.

Veja também

Faça o seu comentário
Comentários