Publicidade

Notícias de saúde

É necessário esclarecer aos pais como tratar a dor pós-operatória em crianças

30 de julho de 2010 (Bibliomed). Estudos anteriores sugeriram que os pais muitas vezes não tratam adequadamente a dor pós-operatória de seus filhos, quando chegam de volta às suas casas, vindos do hospital. As razões para estas práticas parentais não têm sido extensivamente estudadas.

O objetivo deste estudo foi analisar a avaliação e manejo da dor pós-operatória pelos pais, em casa. Foi realizado um estudo longitudinal envolvendo 132 pais de crianças que estavam com idade entre 2 a 12 anos e submetidos à cirurgia eletiva ambulatorial. A atitude dos pais sobre a avaliação e o manejo da dor foi avaliada no pré-operatório, e a severidade da dor da criança e a administração de analgésicos no pós-operatório foram avaliadas nas primeiras 48 horas após a alta.

Embora no pós-operatório as avaliações parentais indicaram dor significativa, os pais forneceram em média apenas 1 dose de analgésicos (intervalo: 0 a 3) durante as primeiras 48 horas após a cirurgia. 52% dos pais indicaram que os analgésicos são viciantes, e 73% relataram preocupações relativas aos efeitos adversos. 37% dos pais achavam que "quanto menos vezes as crianças recebem analgésicos, melhor os medicamentos irão funcionar."

Os autores concluíram que os pais podem se beneficiar de intervenções que lhes forneçam informações sobre os obstáculos individuais a respeito da avaliação e tratamento da dor.

Fonte: Pediatrics, Volume 125, Number 6, 2010, Pages 1372-1378.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: