Publicidade

Notícias de saúde

Estudo associa gordura abdominal a maiores riscos de demência

21 de maio de 2010 (Bibliomed). O aumento dos níveis de gordura na região da barriga na meia idade pode aumentar os riscos de desenvolver doença de Alzheimer e outros tipos de demência anos mais tarde, segundo estudo da Universidade de Boston, nos Estados Unidos. Marcada pelo declínio da capacidade mental - incluindo problemas de memória e raciocínio -, a doença tem sido associada, por diversos estudos, a alguns fatores de risco para doenças cardiovasculares, como hipertensão, obesidade e gordura abdominal.

Avaliando dados de 730 pessoas com média de idade de 60 anos - incluindo exames de ressonância magnética do cérebro, índice de massa corporal (IMC), circunferência da cintura e tomografias que mediam gordura abdominal -, os pesquisadores descobriram uma associação significativa entre o aumento do IMC, indicando obesidade, e menores volumes do cérebro na velhice. E a gordura abdominal mostrou ser o principal fator envolvido nessa relação.

Segundo os autores, os resultados ampliam as descobertas de um estudo menor feito anteriormente. “Ainda mais importante é que nossos dados sugerem uma conexão mais forte entre a obesidade central - particularmente o componente de gordura visceral da obesidade abdominal - e o risco de demência e doença de Alzheimer”, explicou a pesquisadora Sudha Seshadri. Apesar de os resultados serem preliminares, ela destaca que as descobertas oferecem grande entendimento sobre os mecanismos associados à relação entre obesidade e demência. Porém, mais estudos são necessários para indicar as razões da relação e para desenvolvimento de abordagens de prevenção.

Fonte: EurekAlert. Public release. 20 de maio de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: