Publicidade

Notícias de saúde

Maioria dos pais enxerga os filhos mais magros do que realmente são, indica pesquisa

03 de fevereiro de 2010 (Bibliomed). Os pais normalmente veem seus filhos mais magros do que eles realmente são, segundo estudo do Centro Médico Universitário de Groningen, na Holanda. Em pesquisa com 800 pais - que tiveram que escolher, entre sete desenhos diferentes, o que mais se assemelhava ao formato do corpo de seu filho - os especialistas notaram que tanto pais de crianças com peso normal quanto aqueles com filhos com sobrepeso ou obesos tendiam a subestimar o peso dos filhos, vendo-os como mais magros do que suas medidas sugeriam.

As análises mostraram que 97% dos pais de crianças com peso normal escolhiam um desenho "mais leve" do que os dados fornecidos. Entre os pais de crianças com sobrepeso e aqueles com filhos obesos, 95% e 62%, respectivamente, escolheram "caricaturas" mais magras para representar os filhos. Os primeiros tendiam a ver os filhos um desenho abaixo daquele que realmente representaria a criança, enquanto aqueles com filhos obesos os consideravam três desenhos mais magros que o real.

Outro dado preocupante explicitado pela pesquisa é que metade das mães e 39% dos pais de crianças obesas consideravam que seu filho estaria com peso normal. "Nossas descobertas apontam para a necessidade de programas de educação em saúde que encorajam os pais a reconhecer o que é um peso normal saudável para suas crianças e trabalhar com profissionais de saúde para combater qualquer problema de peso", concluiu o pesquisador Pieter Sauer.

Fonte: University Medical Centre in Groningen. 03 de fevereiro de 2010.

Copyright © 2010 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: