Publicidade

Notícias de saúde

Pesquisadores desenvolvem spray contra ejaculação precoce

20 de novembro de 2009 (Bibliomed). Um spray que reduz a sensibilidade do pênis pode ajudar a evitar a ejaculação precoce – ejaculação no intervalo de aproximadamente um minuto após a penetração –, segundo pesquisa apresentada esta semana no Congresso da Sociedade de Medicina Sexual da América do Norte. A partir dos resultados, a empresa farmacêutica Sciele Pharma planeja tentar a aprovação da droga nos Estados Unidos já no próximo ano.

Avaliando mais de 500 homens que sofriam de ejaculação precoce, os pesquisadores descobriram que eles se apresentavam mais satisfeitos e menos angustiados quando usavam o spray. "A ejaculação precoce pode ter um poderoso impacto negativo sobre a vida emocional e sexual do homem e de sua parceira", ressaltou o pesquisador Stanley Althof do Center for Marital and Sexual Health, nos EUA.

Os autores lembram que não há tratamento aprovado pelo Foods and Drugs Administration (FDA) – órgão que controla a comercialização de medicamentos nos EUA – para essa condição, que, segundo eles, afeta cerca de um terço dos americanos com idades entre 18 e 59 anos. Por isso, eles querem disponibilizar a droga – cujo nome experimental é PSD502 – à base dos agentes anestésicos lidocaína e prilocaína já no próximo ano.

Em um estudo, pesquisadores da Universidade da Califórnia testaram 300 homens com o problema, pedindo-os para aplicar o spray cinco minutos antes da relação sexual. E, com três meses de uso, 60% daqueles que ejaculavam antes de um minuto passaram a se segurar por mais de três minutos. Outra pesquisa, que avaliou 256 homens nos EUA, Polônia e Canadá, indicou que a droga "produzia um aumento clinicamente e estatisticamente significativo" de menos de um minuto para uma média de 2,6 minutos.

Fonte: SMSNA 2009 Fall Scientific Meeting. 19 de novembro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: