Publicidade

Notícias de saúde

Vírus influenza A suíno (H1) com tripla recombinação nos EUA

10 de agosto de 2009 (Bibliomed). O vírus influenza A suíno provém de uma recombinação tripla, contendo genes de vírus influenza aviários, humanos e suínos. Este vírus emergiu e se tornou uma zoonose entre os porcos da América do Norte no final da década de 1990.

O periódico The New England Journal of Medicine traz um estudo, realizado nos EUA, que relata as características clínicas dos 11 primeiros casos de infecção esporádica de humanos pelo vírus influenza A suíno (H1), ocorridos entre dezembro de 2005 e fevereiro de 2009, antes da epidemia atual pelo vírus influenza A suíno (H1N1).

A idade média dos pacientes foi 10 anos, e deles tinham problemas de saúde subjacentes; 9 pacientes haviam sido expostos a porcos, 5 através de contato direto e 4 por meio de visitas a locais onde havia porcos, mas sem contato. Em outro caso, houve suspeita de transmissão entre humanos. O período de incubação variou de 3 a 9 dias. Entre os 10 pacientes com sintomas clínicos reconhecidos, os achados mais comuns foram febre (90%), tosse (100%), cefaleia (60%) e diarreia (30%). O hemograma de 4 pacientes revelou leucopenia, linfopenia ou trombocitopenia.

Quatro pacientes foram hospitalizados, sendo 2 submetidos a ventilação mecânica. Quatro pacientes receberam oseltamivir e todos se recuperaram da doença. Estes dados indicam que, no período de dezembro de 2005 até antes da epidemia atual pelo vírus influenza de origem suína, houve casos esporádicos de infecção pelo vírus influenza A suíno (H1) triplo recombinante em pessoas expostas a porcos nos EUA.

Fonte: The New England Journal of Medicine, Volume 360, Number 25, June 18, 2009, Pages 2616-2625.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: