Publicidade

Notícias de saúde

Injeção de colágeno pode ajudar mulheres com incontinência urinária, diz estudo

20 de março de 2009 (Bibliomed). Injeções de colágeno podem ajudar mulheres que ainda sofrem de incontinência urinaria por estresse mesmo após terem sido submetidas à cirurgia uretral ou periuretral, segundo estudo da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

Embora a incontinência urinária não seja fatal, ela traz desconforto e embaraço, principalmente para as mulheres, que são as mais afetadas pela condição. E, apesar dos avanços no tratamento, os procedimentos cirúrgicos podem falhar, exigindo nova cirurgia para corrigir o problema.

“Pacientes com incontinência persistente ou recorrente, muitas vezes, não desejam passar por outra cirurgia”, disse o líder do estudo, urologista Philippe Zimmern. “A injeção de colágeno é também uma boa alternativa para aquelas que não podem suportar o tempo de recuperação da cirurgia ou são ‘medicamente’ impróprias ou frágeis para serem submetidas a uma segunda intervenção cirúrgica”, completou o especialista.

Para avaliar a eficácia do método alternativo, os pesquisadores examinaram os registros de pacientes (31) que foram submetidos à injeção periuretral de colágeno no período entre janeiro de 2000 e dezembro de 2006. E observaram que 93% daquelas que passaram pelo procedimento se consideraram clinicamente melhores ou curadas.

Os pesquisadores explicam que o colágeno tem sido usado para tratar a incontinência urinária por estresse porque sua injeção no tecido em torno da uretra “aperta” o esfíncter uretral, parando o vazamento de urina. E o uso de ultrasson 3-D define o volume e a localização do colágeno na parede da uretra meses depois para avaliar a necessidade de uma segunda injeção ou de uma outra terapia.

“As mulheres precisam saber que elas não têm de viver com incontinência urinária por estresse”, disse o urologista, destacando que um médico deve ser consultado para que a paciente tome conhecimento dos tratamentos disponíveis e qual seria o mais adequado para seu caso.

Fonte: UT Southwestern Medical Center. 17 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: