Publicidade

Notícias de saúde

Estudo associa abuso de álcool a um maior risco de depressão

05 de março de 2009 (Bibliomed). O consumo excessivo de álcool pode aumentar o risco de depressão, segundo estudo da Universidade de Otago, na Nova Zelândia. “Em todas as idades, havia clara e estatisticamente significante tendência para o abuso ou a dependência de álcool estar associado com um risco aumentado de depressão maior”, escreveram os autores no Archives of General Psychiatry.

A análise de mais de mil crianças que foram monitoradas e entrevistadas várias vezes durante 25 anos indicou que mais de 19% dos participantes entre 17 e 18 anos de idade abusavam ou eram dependentes de álcool, enquanto 18% foram diagnosticados com depressão.

Correlacionando as duas condições, os pesquisadores descobriram que aqueles que abusavam das bebidas eram quase duas vezes mais propensos a cumprir os critérios para o diagnóstico de depressão maior. E essa relação permanecia significativa considerando outras possíveis causas, como uso de drogas, o desemprego e o convívio com “maus exemplos”.

“Tem sido proposto que essa ligação possa surgir de processos genéticos nos quais o uso de álcool age para disparar marcadores genéticos que aumentam o risco de depressão maior”, explicaram os autores, destacando que, além desse fator, o abuso de álcool poderia levar a “períodos de efeito depressivo”.

Fonte: Archives of General Psychiatry. 03 de março de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: