Publicidade

Notícias de saúde

Estudo associa consumo de nozes a um menor risco de hipertensão

19 de fevereiro de 2009 (Bibliomed). O consumo de nozes pode reduzir o risco de hipertensão, segundo estudo da Harvard Medical School. “A hipertensão é um fator de risco para doenças cardiovasculares, e os fatores nutricionais podem cumprir um papel importante em sua prevenção. Procuramos examinar a associação entre o consumo de nozes e a hipertensão incidente”, escreveram os autores na revista Clinical Nutrition.

Avaliando quase 16 mil médicos livres da hipertensão no início do estudo, os pesquisadores observaram que aqueles que relataram comer maiores quantidades de nozes tinham menos chances de desenvolver pressão alta.

Os resultados indicaram que aqueles que comiam nozes pelo menos sete vezes por semana tinham 18% menos chances de desenvolver pressão alta, comparados com aqueles que não consumiam o alimento. E um menor consumo também teria um efeito protetor (embora não muito significativo) – o consumo duas a seis vezes por semana reduzia em 4% o risco de hipertensão.

Os autores destacam, porém, que esse efeito foi relevante apenas entre as pessoas magras, não sendo aplicado para pessoas com sobrepeso ou obesas. “Nossos dados sugerem que o consumo de nozes é associado com um menor risco de hipertensão em médicos americanos do sexo masculino, e que tal relação pode ser influenciada pela adiposidade”, concluíram.

Fonte: Clinical Nutrition. Fevereiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: