Publicidade

Notícias de saúde

Tabagismo é fator de risco para artrite reumatóide, alertam especialistas

16 de fevereiro de 2009 (Bibliomed). Fumar pode aumentar os riscos de desenvolver artrite reumatóide – doença marcada por inflamação, dores e rigidez nas articulações –, segundo revisão de estudos realizada por pesquisadores da Universidade de Kobe, no Japão.

“O tabagismo é um fator de risco para AR (artrite reumatóide) para ambos os sexos, e é especialmente associado com AR para homens com FR+ (fator reumatóide positivo)” e para homens e mulheres fumantes em excesso, escreveram os autores na publicação Annals of the Rheumatic Disease.

Após buscar, em bases de dados, estudos observacionais sobre a relação entre tabagismo e artrite, além de considerar livros e informações de referência, os pesquisadores selecionaram 16 estudos entre 433 artigos encontrados.

As análises indicaram que homens que fumam há muito tempo, fumantes atuais e ex-fumantes tinham, respectivamente, 89%, 87% e 76% maiores chances de desenvolver a doença inflamatória das articulações, comparados com aqueles que nunca fumaram. Para as mulheres essas taxas eram de 27%, 31% e 22%, respectivamente.

Os resultados foram ainda mais preocupantes para pessoas que fumavam 20 ou mais maços por ano – 2,3 vezes maior risco para homens e 75% para mulheres – e para aqueles apresentavam fator reumatóide positivo. Entre os homens que apresentavam esse fator, os fumantes apresentavam mais de três vezes maior risco de artrite e os ex-fumantes quase 2,5 vezes; e, entre as mulheres esses números eram de 29% a 34% para fumantes e de 21% para ex-fumantes.

Fonte: Annals of the Rheumatic Disease. 27 de Janeiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: