Publicidade

Notícias de saúde

Casca da azeitona pode ajudar no combate ao câncer de cólon, diz estudo

14 de janeiro de 2009 (Bibliomed). Um estudo da Universidade de Granada e da Universidade de Barcelona, na Espanha, indica que o tratamento com um composto isolado da pele da azeitona, chamado ácido maslínico, inibe a proliferação das células do câncer de cólon e causa a morte dessas células doentes. De acordo com os autores, esse composto natural induz a apoptose (morte) das células HT29 ao afetar sua fonte de energia – a mitocôndria.

Os resultados trazem esperança de que o composto possa ser utilizado como uma nova estratégia terapêutica para o tratamento de carcinoma de cólon. Porém, esse estudo é apenas o primeiro a investigar os mecanismos moleculares por trás dos efeitos do ácido maslínico no câncer de cólon.

O ácido maslínico é um triterpenóide – tipo de substâncias com propriedades anti-inflamatórias e anti-cancerígenas – cuja concentração na pele da azeitona pode ser de até 80%. Em testes em laboratório, os pesquisadores descobriram que esse composto dificulta a carcinogênese ao interferir nos processos de ativação cancerígena, de reparo do DNA, de controle do ciclo celular, da diferenciação celular e da introdução de apoptose das células doentes.

Os resultados são animadores, mas não permitem dizer que o consumo de azeitonas pode proteger contra o câncer. Mais estudos são necessários para confirmação do potencial do ácido contra o câncer e para o desenvolvimento de uma abordagem terapêutica segura e eficaz. 

Fonte: Cancer Letters. 08 de janeiro de 2009.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: