Publicidade

Notícias de saúde

Maioria dos jovens não sabe fatores de risco para infertilidade

05 de janeiro de 2009 (Bibliomed). Um estudo realizado com estudantes canadenses do ensino médio indica que a maioria dos jovens desconhece os fatores de risco para a infertilidade. De acordo com os pesquisadores, os resultados mostram a importância de se educar os jovens para fatores que podem levar os casais a dificuldades em engravidar, como gordura corporal, fumo, consumo exagerado de cafeína, exercícios em excesso, uso de drogas e doenças sexualmente transmissíveis.

Entrevistando 608 estudantes com média de idade de 17,5 anos, os pesquisadores observaram que 80% deles conheciam o termo infertilidade, mas a grande maioria não conseguiu responder a questões específicas sobre o assunto, indicando desconhecimento sobre os fatores de risco.

Os resultados indicaram, por exemplo, que 94% dos estudantes não sabiam que infecções sexualmente transmissíveis, como clamídia ou gonorréia, podem levar à infertilidade. E 25% deles acreditavam que os problemas de fertilidade podem ocorrer apenas com mulheres acima dos 40 anos.

Além disso, os pesquisadores descobriram que estudantes de escolas com menor perfil socioeconômico apresentavam maior freqüência de respostas incorretas sobre o assunto, fazendo menos associações entre doenças sexualmente transmissíveis e infertilidade.

De forma geral, 73% das mulheres e 67% dos homens disseram que proteção de sua fertilidade é importante. E 55% dos estudantes estariam abertos à realização de testes para doenças sexualmente transmissíveis como forma de prevenir a infertilidade. Por isso, os pesquisadores defendem políticas públicas para informar os jovens e ajudá-los a prevenir a infertilidade.

 Fonte: Fertility and Sterility. Dezembro de 2008.

Copyright © 2009 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: