Publicidade

Notícias de saúde

Envelhecimento da pele atinge jovens a partir de 24 anos, diz especialista

18 de setembro de 2008 (Bibliomed). Estresse, alimentação inadequada, exposição excessiva à radiação ultravioleta e radicais livres – que atacam as estruturas da pele aumentando a degradação das fibras de colágeno e elastina – são alguns dos fatores que estão acelerando o processo de envelhecimento e desgaste da pele na população jovem, com idade a partir de 24 anos, segundo a fisioterapeuta dermato-funcional Izabela Teixeira Dias.

De acordo com a especialista, a maioria das pessoas que busca tratamento se queixa de pele ressecada, rugas de expressão e manchas. “Jovens com média de idade de 24 anos estão apresentando envelhecimento cutâneo muito cedo. Associamos esse desgaste da pele a motivadores como estresse, exposição aos agentes poluentes e falta de proteção contra os raios solares, que estão mais agressivos”, disse Dias.

Para ajudar a retardar esse processo, a especialista indica evitar a exposição abusiva aos raios solares, tomando sol apenas entre 8h e 11h e após as 16h; utilizar loção e maquiagem com filtro solar, hidratantes com princípio ativo à base de colágeno e cálcio, além de esfoliante de cristais duas vezes na semana.

A fisioterapeuta dermato-funcional também destaca a eficácia de produtos “personalizados”, específicos para cada tipo de pele, de acordo com o objetivo das pessoas, e que tratam até três graus de envelhecimento.

Mas, para pessoas que precisam de tratamentos mais intensos é necessário consultar um especialista. “A visita ao dermatologista é imprescindível, pois é ele quem vai indicar os melhores produtos e os mais adequados para cada grau de envelhecimento. O uso inadequado pode gerar novos problemas ou acentuar os já existentes”, alerta.

Fonte: Mais Comunicação. News release. 08 de setembro de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: