Publicidade

Notícias de saúde

Estudo traz esperança contra o enfraquecimento ósseo em pessoas com artrite

27 de agosto de 2008 (Bibliomed). Um novo estudo da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, ajuda a entender como a artrite reumatóide, doença inflamatória das articulações, destrói os ossos. Segundo os cientistas, a descoberta de uma enzima que participa desse processo já está ajudando nos esforços para a criação de novas drogas para reverter o problema.

A artrite reumatóide é uma doença auto-imune, ou seja, em que o sistema imunológico, cuja função é proteger o organismo, acaba erroneamente atacando alguns órgãos do corpo. No caso da artrite, a resposta imunológica gera inflamação nas articulações, causando inchaço, dores e deformidades, além de enfraquecimento ósseo.

A produção excessiva, no sistema imunológico, de uma substância chamada fator de necrose tumoral alfa (TNF alfa) é que leva à destruição das cartilagens e dos ossos desses pacientes. E o TNF alfa também afeta a massa óssea, na medida em que reduz o número de células “construtoras de ossos” chamadas osteoblastos. Mas esse processo ainda não havia sido desvendado.

Em testes com ratos, a equipe de pesquisadores descobriu que o TNF alfa afeta os osteoblastos através de uma enzima chamada Smurf1, que “desliga” duas proteínas que levam ao desenvolvimento dos ossos.

Os pesquisadores destacaram que as descobertas permitem o início do desenvolvimento de drogas de pequenas moléculas para inibir a ação da enzima e de seus familiares. Embora o trabalho ainda esteja muito no início, eles esperam que os resultados ajudem a desenvolver drogas contra as formas mais comuns de osteoporose.

Fonte: The Journal of Biological Chemistry. 22 de agosto de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: