Publicidade

Notícias de saúde

Uma em sete mulheres britânicas terá câncer de mama em 2024, diz estudo

02 de junho de 2008 (Bibliomed). Se as tendências de saúde atuais continuarem as mesmas, em 2024, a cada sete mulheres, uma terá câncer de mama no Reino Unido, segundo estudo publicado na revista especializada "BMC Câncer". Pelo aumento da incidência da doença, os autores culpam fatores do estilo de vida, como o fato das mulheres terem menos filhos e ficarem grávidas mais tarde, além do uso de hormônios femininos.

As estatísticas mostram que uma a cada dez mulheres desenvolve câncer de mama com 80 anos de idade, mas, segundo os autores, esse número poderia subir, em 2024, para uma a cada sete mulheres no Reino Unido.

A estimativa é baseada em estudo com 1442 mulheres que apresentavam os genes BRCA1 e BRCA2, que aumentam o risco da doença. Acredita-se que uma a cada 500 mulheres apresenta essas mutações, que confere um risco de 85% a 90% de câncer de mama, e que é responsável por 5% dos casos.

E os autores descobriram que aquelas nascidas antes de 1920 que tinham mutações nos genes de alto risco tinham 7,5% de chances de ter o câncer com 40 anos de idade, enquanto que, entre aquelas nascidas depois de 1960, o risco aumentava para 40%. E, segundo os autores, esse crescimento também aconteceria na população geral.

Com isso, os autores recomendam, para ajudar a prevenir o câncer de mama, que as mulheres tenham filhos mais cedo, evitem o uso em longo prazo de hormônios femininos e mantenham um peso saudável. Segundo eles, essas mudanças no estilo de vida, incluindo boa alimentação e exercícios físicos, podem reduzir os riscos.

Fonte: MailOnline. 30 de maio de 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: