Publicidade

Notícias de saúde

Dieta vegetariana restrita poderia diminuir risco de cardiopatia em pacientes com artrite reumatóide

28 de março de 2008 (Bibliomed). Uma nova pesquisa sueca indica que pacientes portadores de artrite reumatóide que evitam tanto produtos animais como certos grãos reduzem o seu risco de ataques cardíacos (infartos do coração) como de derrame cerebral (acidente vascular cerebral – AVC). A pesquisa foi publicada na revista médica Arthritis Research & Therapy.

A artrite reumatóide (AR) é uma doença inflamatória crônica ligada a uma ocorrência maior de doença cardíaca e aterosclerose. A manutenção de uma dieta vegetariana restrita baixa as taxas de colesterol – gorduras capazes de causar a formação das placas causadoras da obstrução das artérias (placas de aterosclerose). Uma outra ação da dieta seria o aumento dos níveis de anticorpos no sangue capazes de proteger contra as inflamações, envolvidas tanto na origem da artrite reumatóide como na aterosclerose.

Os investigadores, ligados ao Karolinska University Hospital, procuraram verificar os efeitos de uma dieta vegetariana sem glúten tanto na AR como nas cardiopatias ligadas a ela. Foram avaliados 66 pacientes com média de idade de 50 anos, divididos de modo aleatório para receberem por um ano uma dieta vegetariana, sem glúten, ou uma dieta balanceada. Foram feitos exames de sangue dos participantes após 3 e após 12 meses.

Os achados após 12 meses incluíram:

O estudo sugere que cortar todos os produtos de origem animal, incluindo carnes, queijo e ovos, como também trigo, centeio, e outros grão que contenham glúten, poderia mehorar a saúde das pessoas com artrite reumatóide.

Fonte: Arthritis Research & Therapy, publicado online - March 18, 2008.

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: