Publicidade

Notícias de saúde

Exposição ao mofo e umidade eleva risco de problemas respiratórios

29 de janeiro de 2008 (Bibliomed). As doenças do aparelho respiratório constituem causa importante de admissão em unidades hospitalares e serviços de emergência. Trazem elevada morbidade e impacto negativo na qualidade de vida. A exposição domiciliar ao mofo e umidade está freqüentemente relacionada a sintomas asmáticos. Por sua vez, os mecanismos que contribuem para a alteração do trato respiratório induzida por tais fatores é ainda em parte desconhecida, conforme assinalam pesquisadores holandeses da Academic Medical Centre-University of Amsterdam que publicaram um estudo na revista Clinical & Experimental Allergy.

Participaram da avaliação 526 crianças asmáticas. Os resultados apresentados demonstraram que o contato doméstico com mofo e umidade é mais freqüente dentre os portadores de asma em relação aos que não possuem esta doença. A necessidade de uso de medicação para prevenir o surgimento de exacerbações asmáticas não se mostrou diferente conforme o nível de exposição domiciliar aos fatores estudados. Após o controle de fatores de confusão, foi verificado que a exposição ao mofo e à umidade elevam em 3,95 vezes o risco de hiperresponsividade brônquica grave.

Assim, os autores concluem que existe uma relação consistente entre contato domiciliar com umidade e mofo e aumento do risco de problemas respiratórios.

Fonte: Clinical & Experimental Allergy 2007; 37 (12): 1827 – 1832 (December).

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: