Publicidade

Notícias de saúde

Fatores de risco para o surgimento da asma na infância

29 de janeiro de 2008 (Bibliomed). A asma é uma doença pulmonar crônica que apresenta fases de piora dos sintomas intercalados com períodos de acalmia. As crises asmáticas costumam ser desencadeadas pela exposição aos alérgenos ambientais (substâncias que podem causar alergia), exercício físico, uso de certos medicamentos, dentre outras condições. O controle da doença envolve o uso de medicamentos para abortar as exacerbações, bem como a interrupção da exposição aos fatores de piora da sintomatologia.

Acredita-se que alguns fatores presentes na infância, como a exposição a alérgenos e micróbios, podem influenciar no desenvolvimento de asma, segundo revelam pesquisadores neozelandeses da Universidade de Auckland que publicaram um estudo na revista Clinical & Experimental Allergy. Participaram da pesquisa 871 crianças, as quais foram acompanhadas desde o nascimento. Cerca de 44,2% dos participantes eram pequenos para a idade gestacional. Os dados foram coletados ao nascimento e após 12 meses, 3,5 anos e 7 anos.

Os resultados divulgados revelaram que a incidência de asma foi de 23,8% aos 3,5 anos de idade, bem como de 18,1% aos 7 anos. O uso de antibióticos no primeiro anos de vida e a internação em unidades de cuidado diário associou-se a elevação de 4,3 vezes e 2,8 vezes na chance da presença de asma aos 7 anos de vida, respectivamente. O contato com cães incorreu em aumento de 2,1 vezes no risco de desenvolvimento da asma, e o fato de dormir em colchão usado elevou 1,8 vezes a chance da doença.

Com isso, os autores concluem que o contato precoce com alérgenos ambientais comporta-se como fator de risco para a asma na infância.

Fonte: Clinical & Experimental Allergy 2007; 37 (12): 1747 – 1755 (December).

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: