Publicidade

Notícias de saúde

Consumo de energéticos é considerável entre estudantes universitários.

07 de janeiro de 2008 (Bibliomed). As bebidas energéticas atuam como estimulantes do organismo. Seu consumo ganhou bastante popularidade, a partir de 1997, resultado dos aumentos das campanhas publicitárias. Existem poucas informações acerca da magnitude da ingestão de bebidas energéticas pelos estudantes universitários, segundo assinalam investigadores que publicaram uma pesquisa na revista Nutrition Journal, em Outubro de 2007.

Os autores reuniram 496 universitários norte americanos, os quais responderam a um questionário padronizado acerca de seus hábitos alimentares. Os resultados divulgados revelaram que 51% dos participantes faz uso regular de bebidas energéticas. A maioria utiliza o composto para se manter acordado (67%), a fim de aumentar sua disposição (65%) ou em associação a bebidas alcoólicas durante festas e comemorações (49%). Cerca de 22% dos usuários crônicos de energéticos reportam queixas freqüentes de dor de cabeça, enquanto 19% afirmam já ter passado por situações de sensação de aceleração do ritmo cardíaco.

Existe uma relação entre dose e dependência de bebidas energéticas, que pode ocasionar a ocorrência de quedas e sensação de choque nos universitários.

O consumo de bebidas energéticas é prática comum dentre os estudantes de universidades. Usualmente a bebida é utilizada cerca de um a quatro dias no mês, sendo freqüente a associação com a ingestão de derivados alcoólicos. A bebida pode estar associada a fatores que levem a prejuízos da saúde dessa população, mas outros estudos devem ser realizados para que se tirem melhores conclusões sobre o tema.

Fonte: Nutr J. 2007; 6 (1): 35

Copyright © 2008 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: