Publicidade

Notícias de saúde

Insônia eleva o risco de crises de enxaqueca

06 de novembro de 2007 (Bibliomed). A enxaqueca é um tipo de dor cabeça que costuma se manifestar em apenas um lado do crânio, com padrão pulsátil, incapacitante, que piora com a exposição ao barulho intenso ou à luz. Os doentes costumam referir melhora, após um período de descanso em um ambiente silencioso e escuro. É bastante comum a presença da enfermidade em familiares próximos dos indivíduos com enxaqueca.

Investigadores noruegueses publicaram uma pesquisa, na revista Headache, na qual observaram a relação entre a insônia e o desencadeamento de crises de enxaqueca. Uma vez que as crises de dor de cabeça são mais comuns pela manhã, os autores sugerem que é provável que o sono de má qualidade, interfira no risco de surgimento dos sintomas da enxaqueca.

O estudo incluiu 68 mulheres, com diagnóstico de enxaqueca e idade média de 35,5 anos. Os resultados divulgados revelaram que pelo menos 29% dos ataques de enxaqueca, tiveram a insônia como gatilho. O padrão da dor de cabeça exibe dois picos de maior intensidade dos sintomas, sendo o primeiro logo pela manhã e o outro após o meio dia. Além disso, as crises relacionadas à insônia possuem um risco 3,27 vezes maior de ocorrer pela manhã, em relação aos ataques não associados a este distúrbio do sono.

Dessa forma, os autores concluem que as crises episódicas de enxaqueca, surgidas pela manhã apresentam forte correlação com a insônia.

Fonte: Headache. 2007; 47 (8): 1184 – 1188

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: