Publicidade

Notícias de saúde

Hormônio feminino pode prevenir a demência em mulheres

01 de setembro de 2007 (Bibliomed). O ScienceNOW, de agosto deste ano, traz os resultados de uma pesquisa na qual se demonstrou que a falta de estrógeno, um hormônio feminino, está associada a um risco maior de desenvolvimento de demência entre mulheres.

Segundo os pesquisadores, a questão da influência hormonal, em especial do estrógeno, na saúde e funcionamento do cérebro, é um tema bastante discutido no meio científico. Na publicação deste ano, o estudo, promovido pelo neurologista Walter Rocca, da Mayo Clinic College of Medicine, em Minnesota / Estados Unidos, e colaboradores enfocou especialmente os impactos da retirada de um ou ambos os ovários, sobre o desenvolvimento de demência entre as mulheres submetidas a essa cirurgia, devido a uma condição médica ou para a proteção contra câncer. As mulheres submetidas à retirada dos ovários foram comparadas a outras que não fizeram este procedimento.

Os investigadores observaram que no grupo que foi submetido à cirurgia, a incidência de demência foi maior, comparativamente às que permaneceram com seus ovários intactos. Esses achados sugerem que, provavelmente, a baixa de estrógenos antes da menopausa possa ser prejudicial para o cérebro.

Essas proposições foram testadas pelos pesquisadores em macacas, nas quais os ovários foram retirados antes da menopausa. De acordo com John Morrison, neurobiologista da Escola de Medicina de Monte Sinai, em Nova Iorque, a reposição com estrógeno permitiu, que os neurônios do córtex cerebral desses animais fossem restaurados – um fato que suporta os achados verificados pelos pesquisadores da Mayo Clinic.

Apesar dos fatos verificados, ainda não se descobriu exatamente como esse hormônio age no cérebro e promove seus efeitos. Segundo Mark Espeland, bioestatístico da Wake Forest University, ainda serão necessários novos estudos para analisar precisamente a atuação do hormônio no cérebro das mulheres e seu papel na demência. Contudo, não resta dúvidas de que a retirada precoce dos ovários, em mulheres jovens, possa ser um fator de risco para os distúrbios mentais observados posteriormente na vida.

Fonte: ScienceNOW Daily News, August 2007.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: