Publicidade

Notícias de saúde

Técnica de relaxamento é útil na abordagem da insônia em idosos

17 de Agosto de 2007 (Bibliomed). A insônia se caracteriza pela dificuldade em iniciar ou manter-se dormindo, durante o descanso noturno. Evoluiu com um sono não revigorante, cansaço no dia seguinte, sonolência diurna, dentre outros sintomas que condicionam uma piora da qualidade de vida e limitações na atividade profissional e convívio social. A insônia pode ser um transtorno primário de causa desconhecida, bem como pode ser secundária a enfermidades sistêmicas, estresse emocional, viagens longas.

Pesquisadores norte americanos, da Universidade do Alabama, publicaram um estudo na revista Sleep Medicine, em Julho de 2007, no qual avaliaram o papel da terapia cognitivo comportamental, no tratamento da insônia que afeta pacientes idosos sob uso crônico de medicação para dormir. As modalidades enfocadas pela técnica psicoterápica estudada foram: exercícios de relaxamento, controle de estímulos e instruções acerca de adequada higiene do sono.

Os resultados apresentados revelaram, que a introdução da terapia cognitivo- comportamental, relacionou-se com uma redução significativa dos sintomas causados pela insônia. Por sua vez, não se notou mudança importante no tipo e quantidade de medicamentos para dormir, utilizados pelos indivíduos com insônia, mesmo após iniciada a terapia.

Assim, os autores concluem que a terapia cognitivo comportamental é estratégia útil na abordagem da insônia que atinge pacientes idosos.

Fonte: Sleep Med. 2007 (Jul 16). PMID: 17644419.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: