Publicidade

Notícias de saúde

Problemas sexuais femininos: questões sociais, familiares e médicas.

08 de Agosto de 2007 (Bibliomed). Os problemas sexuais sempre ocasionaram grande polêmica e difícil abordagem, tanto por parte dos próprios pacientes, quanto por seus médicos. Esses distúrbios envolvem questões culturais importantes que, devido a preconceitos ainda vigentes na sociedade, fazem com que o tema seja, de certa forma, postergado para próximas consultas, ou mesmo não comentado dentro dos consultórios médicos.

Em vista disso, um grupo de pesquisadores gregos da Universidade de Thessaloniki realizou um estudo para avaliar quais os problemas sexuais são mais comumente encontrados entre pacientes do sexo feminino. Os resultados foram publicados pelo Journal of Sexual Medicine.

A pesquisa baseou-se em uma avaliação durante 5 anos, de um programa de atendimento telefônico, no qual mulheres com problemas sexuais poderiam ligar para buscar auxílio. Foram mais de 2000 questionários analisados. Os principais problemas, relatados pelas mulheres, estão relacionados a seus parceiros. Em segundo lugar, as dificuldades sexuais decorriam de problemas pessoais e em último, estariam relacionadas a problemas com os filhos. Somente um terço das mulheres havia procurado ajuda médica para seu problema. Questões como dificuldade em se alcançar o orgasmo, falta de desejo sexual e dor durante a relação também foram temas averiguados. A maior prevalência das queixas encontrava-se entre as mulheres entre 40 e 49 anos.

Com os resultados, ficou claro para os pesquisadores que existe necessidade de uma melhor abordagem, tanto familiar quanto pela equipe médica, dos problemas relacionados à sexualidade feminina.

Fonte: The Journal of Sexual Medicine; Doi: 10.1111/j.1743-6109.2005.00116.x

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: