Publicidade

Notícias de saúde

Piscina com muito cloro poderia aumentar crises de asma

26 de junho de 2007 (Bibliomed). A asma e a hiperreatividade brônquica são consideradas situações nas quais inúmeros fatores podem estar relacionados, incluindo mudanças climáticas e ambientais, predisposição genética, alergia, entre outros.

Pesquisadores da Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, procuraram avaliar se a exposição aos gases, liberados pelas águas de piscinas, poderiam estimular a incidência de asma e de hiperreatividade brônquica em crianças que praticam natação. Os resultados foram publicados na revista médica Pediatrics, de junho de 2007.

341 estudantes, com idade entre 10 e 13 anos, foram selecionados para o estudo. Destes, 43 realizaram natação quando mais novos.

Após o controle de outros fatores possivelmente interferentes, como o fumo passivo, os pesquisadores concluíram que o cloro, adicionado às piscinas, é realmente lesivo ao epitélio pulmonar, podendo provocar modificações nas vias aéreas e predispor as crianças expostas a esse elemento à asma ou a episódios de bronquites de repetição.

Fonte: Pediatrics; 119 (6): 1095 – 1103 (June 2007).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: