Publicidade

Notícias de saúde

Vitiligo melhora com o uso de fototerapia

22 de junho de 2007 (Bibliomed). O vitiligo é uma doença da pele caracterizada pela despigmentação regional ou generalizada. Pode estar associado a outras doenças, resultantes da ativação do sistema de defesa do organismo, como a tireoidite de Hashimoto e o diabetes mellitus tipo 1. Costuma se manifestar na idade adulta, com as áreas de despigmentação aparecendo inicialmente nas extremidades do corpo.

Um grupo de pesquisadores ingleses publicou um estudo na revista Archives of Dermatology em Maio de 2007, onde foi comparada a eficácia de uma medicação oral (psoraleno UV-A) com a alcançada pela fototerapia (narrowband UV-B), no controle do vitiligo. Participaram do estudo 56 pacientes os quais foram divididos em dois grupos, conforme o tipo de terapia recebida. O período de tratamento foi de duas semanas.

No final do acompanhamento, verificou-se que 64% dos doentes, tratados com fototerapia, apresentavam redução de pelo menos metade da área corporal atingida pelo vitiligo, condição observada em apenas 36% dos tratados com fármaco via oral. Os melhores resultados obtidos com a fototerapia se mantiveram presentes durante pelo menos 12 meses, após o fim das sessões terapêuticas.

Portanto, na abordagem do vitiligo não segmentar, a fototerapia é superior ao uso oral de psoralenos, para o adequado controle da doença.

Fonte: Arch Dermatol. 2007; 143 (5): 578 – 584 (May).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: