Publicidade

Notícias de saúde

Aspectos da insônia nos idosos

22 de maio de 2007 (Bibliomed).  A insônia é um distúrbio caracterizado pela presença de um sono não reparador, pela dificuldade em iniciar ou manter um sono normal e pela sensação de cansaço e sonolência diurna freqüentes. Apresenta uma série de causas, variando desde transtornos psíquicos (ex: estresse, ansiedade, depressão) até doenças orgânicas e uso de determinados medicamentos.

A insônia assume um aspecto importante nos idosos, dada a sua ocorrência ser relativamente comum nesta faixa de idade e aos impactos adversos na qualidade de vida trazidos pela doença. Fisiologicamente, o idoso possui uma menor sensação de sono, em comparação aos mais jovens, fato que pode trazer confusão no momento da identificação da insônia. Algumas vezes a insônia é uma manifestação inicial de algum transtorno psiquiátrico mais grave no idoso, bem como pode decorrer da interferência dos diversos fármacos, que a população desta faixa etária comumente faz uso, no ciclo sono-vigília.

Apesar de todo exposto, o problema da insônia dentre os idosos é um tema pouco identificado pelos médicos, conforme revelaram pesquisadores que escreveram um estudo na revista The American Journal of Nursing, em Maio de 2007. Os autores afirmam que os idosos tendem a apresentar um sono mais superficial, em comparação aos indivíduos jovens, fato que contribui para a ocorrência de transtornos do sono.

Deve ser dispensada maior atenção durante a avaliação de um idoso com queixa de insônia, a fim de que causas passíveis de prevenção e controle sejam identificadas e corretamente abordadas. A garantia de um sono revigorante, de qualidade e quantidade suficientes, conduz a uma inegável melhora na qualidade de vida do idoso.

Fonte: Am J Nurs. 2007; 107 (5): 40 – 49 (May).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: