Publicidade

Notícias de saúde

Perfil da alergia de contato em trabalhadores da construção civil

05 de abril de 2007 (Bibliomed). A alergia de contato é um distúrbio inflamatório da pele (dermatite), decorrente da exposição a agentes capazes de irritá-la (estes agentes são denominados alérgenos). O contato contínuo com os alérgenos provoca uma sensibilização da pele exposta, contribuindo para o surgimento de sintomas, como coceira, vermelhidão, pápulas, secreções e feridas, dentre outras.

A construção civil é uma atividade onde o trabalhador está exposto a substâncias com alto potencial alergênico. A poeira decorrente de implosões, o cimento e outros compostos químicos, são exemplos de substâncias capazes de irritar a pele e gerar resposta inflamatória alérgica. Existem poucas pesquisas que abordam a ocorrência de dermatite de contato, em profissionais da construção civil, conforme afirma um grupo de pesquisadores brasileiros, em um estudo na revista Contact Dermatitis em 2007.

Os resultados do estudo revelaram que as principais substâncias alergênicas na construção civil foram o dicromato de potássio (57%), carba-mix (34,9%), cloreto de cobalto (30,2%) e o thiuram-mix (27,9%). Alguns destes compostos podem ser encontrados no cimento, o qual foi o principal produto incriminado na ocorrência de dermatite de contato.

Os autores concluem que o controle, quanto à exposição aos alérgenos, é capaz de minimizar as manifestações da doença. Isto pode ser obtido com o uso adequado dos equipamentos de proteção individual, como luvas, roupas especiais e máscaras.

Fonte: Contact Dermatitis 2007; 56 (4): 232 – 234 (April).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: