Publicidade

Notícias de saúde

Identificando as vítimas da violência doméstica

26 de março de 2007 (Bibliomed). A violência conjugal é cada vez mais noticiada pelos meios de comunicação. Usualmente as vítimas de tal crime são as mulheres ou os portadores de doenças crônicas e debilitantes, como os que possuem transtornos mentais. As leis nacionais estão cada vez mais rígidas no combate à violência doméstica, no intuito de coibir tal prática e de punir os agressores.

Os serviços de emergência médica dos pronto-socorros costumam receber algumas vítimas de violência conjugal. No entanto, por vezes é difícil identificar que o indivíduo foi vítima de violência, pois a história relatada pelo cônjuge agressor é inverídica e os sintomas apresentados pela vítima (como os distúrbios mentais), podem ser confundidos com os provocados por uma série de doenças. A fim de melhor definir se os transtornos mentais, apresentados pelos doentes traumatizados atendidos no pronto-socorro, são decorrentes de violência conjugal, pesquisadores norte americanos desenvolveram um estudo que foi publicado na revista Academic Emergency Medicine em 2007.

A pesquisa propôs a aplicação de um questionário padronizado, o qual se mostrou bastante útil na identificação de pessoas que eram atendidas na emergência médica, com sintomas psíquicos (ex: depressão, estresse pós-traumático e ideações suicidas), cujo quadro era conseqüente a violência sofrida em casa.

Assim, os autores concluem que este questionário deve ser aplicado nos pronto-socorros, a fim de identificar as potenciais vítimas de violência conjugal, permitindo uma posterior investigação e melhor elucidação da real causa dos sintomas mentais dos doentes. Caso a violência doméstica seja confirmada, é possível instaurar denúncia contra o agressor, de forma que as leis vigentes possam ser aplicadas.

Fonte: Acad Emerg Med 2007; 14 (3): 202 – 209.

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: