Publicidade

Notícias de saúde

Sudorese nas mãos tem nova modalidade de tratamento

30 de janeiro de 2007 (Bibliomed). A hiperhidrose palmar é uma condição caracterizada pelo excesso de suor nas mãos. Este excesso de suor pode também ocorrer em outras partes do corpo. Ainda não se sabe ao certo, a real causa do aumento da produção do suor nesta doença, porém, especula-se que haja uma disfunção no sistema nervoso autônomo, que controla a produção do suor nesta região.

O indivíduo, portador de hiperhidrose palmar, usualmente apresenta também maior produção de suor em outros locais do corpo, tais como nas axilas. Atualmente existem diversas modalidades de tratamento desta doença, as quais variam desde métodos clínicos até abordagens cirúrgicas.

Uma das formas de controlar a hiperhidrose palmar é através da iontoforese. A iontoforese consiste na de introdução de medicamentos através da pele, graças ao uso de soluções hidrossolúveis que atravessam os poros cutâneos, quando submetidas a uma pequena corrente elétrica. Diversos estudos vêm sendo desenvolvidos, no intuito de melhorar os aparelhos de iontoforese.

Um destes estudos foi publicado na revista Dermatologic Surgery, em Janeiro de 2007. Um grupo de pesquisadores sul-coreanos testou um novo tipo de equipamento de iontoforese, indicado para controle da hiperhidrose palmar, que não precisa de usar a água como solução condutora da medicação a ser administrada.

O estudo contou com a participação de dez indivíduos portadores de hiperhidrose palmar, os quais foram tratados com o novo aparelho de iontoforese em apenas uma das mãos durante duas semanas. A outra mão ficou sem receber tratamento, a fim de que servisse como controle. O tratamento foi então descontinuado por duas semanas, e daí avaliou-se os resultados obtidos.

Nove dos participantes do estudo relataram resultados satisfatórios do tratamento, com significativa redução da produção de suor nas mãos que receberam a iontoforese. Após duas semanas da interrupção do tratamento, o quadro retornou aos patamares iniciais observados no início da terapia. A avaliação microscópica da pele sob tratamento também revelou efetividade do método testado.

Com isso os autores concluem que o novo aparelho de iontoforese, que não precisa da água como carreadora, é uma alternativa útil no controle da hiperhidrose palmar.

Fonte: Dermatologic Surgery, 33 (1): 57 – 61 (January 2007).

Copyright © 2007 Bibliomed, Inc.

Faça o seu comentário
Comentários


Publicidade

Dicionário Médico

Digite o termo desejado

buscar

Ou clique na primeira letra do termo: